24 setembro 2017

Tecnologia de Aplicação de Adjuvantes Disam (Distribuidora de Insumos Agrícolas Sul América) e Diagro S. A. Paraguay 2017/2018.


Tecnologia de Aplicação de Adjuvantes Disam (Distribuidora de Insumos Agrícolas Sul América) e Diagro S. A. Paraguay 2017/2018.


Engº Agrº Manoel Ibrain Lobo Junior
Consultor em Tecnologia de Aplicação
Auditor GlobalGAP IFA
lobo@pulverizador.com.br


Avaliação dos efeitos de redução da deriva e homogeneização dos tamanhos das gotas pelos eficientes adjuvantes Macrobio Hiper Plus, Redu Plus e Protect Plus, desenvolvidos pelas conceituadas empresas Disam (Distribuidora de Insumos Agrícolas Sul América) e Diagro S. A. Paraguay.




A formulação avaliada do adjuvante Macrobio Hiper Plus, produzida em 2017, após intensa agitação, foi adicionada à calda da pulverização na bancada de testes após 7 a 10 segundos do início da filmagem. É possível constatar, através do vídeo abaixo, o eficiente condicionamento da calda, possibilitando o excelente controle da deriva, após o tempo decorrido de 55 segundos.




Através da análise visual da foto abaixo é possível constatar que a pulverização em base aquosa (somente água como veículo), produz gotas finas e muito finas em suspensão (Ø 80-120 µm) muito suscetíveis às perdas por deriva e evaporação e um jato de pulverização de cone vazio com ângulo muito fechado (60-70 Graus), sem definição no perfil.




Na foto abaixo, o adjuvante Hiper Plus, na dose de 50 ml/100 litros de água, apresentou um excelente efeito na redução da deriva nas pulverizações e uma maior homogeneização dos tamanhos de gotas, possibilitando um maior e mais definido ângulo de abertura do jato de pulverização (acima de 90 Graus).




A capacidade de redução da deriva de um adjuvante de calda é o principal atributo a ser considerado e o mais importante efeito visual a ser avaliado em condições de bancada (em ambiente controlado) como também em situações reais de aplicação em campo.

É possível constatar através da filmagem da avaliação do adjuvante super espalhante Protect Plus (abaixo) o início do efeito de redução da deriva no tempo de 42 segundos, somente após cerca de 12 segundos o produto ser adicionado à água da pulverização. 

Aproximadamente 36 segundos após o início do efeito da redução da deriva, percebe-se a completa proteção das gotas com classificação de tamanhos “finas para muito finas” pelos compostos antievaporantes, umectantes e espessantes presentes na formulação do eficiente adjuvante Macrobio Protect Plus, resultando em uma maior homogeneidade dos tamanhos de gotas produzidas e menor PRD (Potencial de Risco da Deriva).




Os efeitos de um forte espalhamento, molhabilidade e aderência do adjuvante Macrobio Protect Plus podem ser constatados e percebidos na filmagem através da evolução do molhamento da calda na parte de trás do display de demonstração.  

Adjuvantes de calda são extremamente importantes para o sucesso de uma estratégia de controle da deriva nas pulverizações e influenciam diretamente nas maiores taxas de recuperação de agroquímicos sobre os alvos, possibilitando a realização do controle químico nas horas mais adversas do dia, mesmo em altas temperaturas, baixa umidade relativa do ar e fortes rajadas de vento, com o mínimo risco de perdas das gotas finas e muito finas. 

Agradecimentos especiais aos competentes profissionais Jaime Zorzetto Junior, Paulo Lazaron, Mateus Walnier, Marcelo Aguiar de Carvalho e Allan Cristhian Dallazem, por toda confiança e grande colaboração durante as avaliações de redução da deriva e do condicionamento da calda com os eficientes adjuvantes Hiper Plus, Redu Plus e Protect Plus.




Estaremos nessa safra 2017/2018 desenvolvendo muitos trabalhos de tecnologia de aplicação com os eficientes adjuvantes Hiper Plus, Redu Plus e Protect Plus nas importantes regiões agrícolas do Estado do Paraná e por todo o Paraguai.


Copyright © 2005-2017 Manoel Ibrain Lobo Jr. Todos os direitos reservados.

Todos os direitos autorais sobre as marcas, obras ou criações de qualquer natureza disponibilizadas neste site, pertencem ao Engenheiro Agrônomo Manoel Ibrain Lobo Jr, idealizador dos sites www.pulverizador.com.br, www.scribd.com/pulverizador e www.pulverizador.blogspot.com ou a terceiros que autorizaram o uso de sua propriedade intelectual. Sendo assim, é terminantemente vedada a distribuição, representação, publicação, uso comercial e/ou utilização de tais materiais, no todo ou em parte, sem a prévia e expressa autorização do Engenheiro Agrônomo Manoel Ibrain Lobo Junior. A violação destes direitos é crime, e seu infrator está sujeito às penalidades legais previstas nas Leis 9.610/98 e 9.279/96 e no art. 184 do Código Penal Brasileiro, bem como ao pagamento de indenização pelos prejuízos causados. 

10 setembro 2017

Treinamento em Tecnologia de Aplicação Compo Expert & Sagra Insumos Agrícolas (Grupo Corsi, Fazenda São José, Ibiá, Minas Gerais).


Treinamentos em Tecnologia de Aplicação de Agroquímicos e Adjuvantes.

Compo Expert & Sagra Insumos Agrícolas.

Produtor Thiago Corsi - Grupo Corsi - Fazenda São José - Ibiá, Estado de Minas Gerais.


Engº Agrº Manoel Ibrain Lobo Junior
Consultor em Tecnologia de Aplicação
Auditor GlobalGAP IFA
lobo@pulverizador.com.br


Os trabalhos teóricos e práticos objetivaram a capacitação dos profissionais das conceituadas empresas Compo Expert, Sagra Insumos Agrícolas e Grupo Corsi - Fazenda São José, para a correta Seleção de Pontas de Pulverização¹, Posicionamento de Adjuvante de Calda nas Pulverizações² e Princípios Básicos das Boas Práticas nas Aplicações de Agroquímicos³.






Agradecimentos aos competentes profissionais da conceituada empresa Compo Expert, Sr. Marcelo Marson, Sr. Júlio Canhete, Carla Valdez, Fernanda Cabral Pontes Santaniel e Katya Kowalsetskyj. 

Agradecimentos especiais aos competentes profissionais da conceituada empresa Sagra Insumos Agrícolas de Ibiá, Coordenador Fernando, Galene, Müller e Pedro e da Sagra de Araxá, Alisson, Neison e João, por toda a grande colaboração durante os trabalhos realizados nessa importante região agrícola de Ibiá, Minas Gerais.

Agradecimentos ao conceituado produtor Thiago Corsi e toda a sua competente equipe na Fazenda São José (Ibiá - MG), pela grande gentileza em disponibilizar o excelente equipamento Valtra BS 3120H HiTech para os trabalhos de tecnologia de aplicação com os eficientes produtos Compo Basfoliar H-PLUS e F-PLUS.



Copyright © 2005-2017 Manoel Ibrain Lobo Jr. Todos os direitos reservados.

Todos os direitos autorais sobre as marcas, obras ou criações de qualquer natureza disponibilizadas neste site, pertencem ao Engenheiro Agrônomo Manoel Ibrain Lobo Jr, idealizador dos sites www.pulverizador.com.br, www.scribd.com/pulverizador e www.pulverizador.blogspot.com ou a terceiros que autorizaram o uso de sua propriedade intelectual. Sendo assim, é terminantemente vedada a distribuição, representação, publicação, uso comercial e/ou utilização de tais materiais, no todo ou em parte, sem a prévia e expressa autorização do Engenheiro Agrônomo Manoel Ibrain Lobo Junior. A violação destes direitos é crime, e seu infrator está sujeito às penalidades legais previstas nas Leis 9.610/98 e 9.279/96 e no art. 184 do Código Penal Brasileiro, bem como ao pagamento de indenização pelos prejuízos causados.

09 setembro 2017

Estimativa de Mercado de Pulverizadores no Brasil, Argentina e Paraguai.


Estimativa de Mercado de Pulverizadores no Brasil, Argentina e Paraguai


Engº Agrº Manoel Ibrain Lobo Junior .'.
Consultor em Tecnologia de Aplicação
Auditor GlobalGAP IFA
lobo@pulverizador.com.br
Skype: manoel.lobo


Em termos gerais, o Brasil rural é constituído por 5,5 milhões de estabelecimentos que ocupam uma área total maior que 400 milhões de hectares. 


Estudos de consultoria de empresas e de profissionais especialistas em mercado agrícola estimam que atualmente existam no Brasil um número aproximado de 700.000 pulverizadores terrestres, sendo a sua maior parte constituída por pulverizadores tratorizados montados (três pontos), tratorizados de arrasto (carreta) e pulverizadores turbo-atomizadores.



O Pulverizador autopropelido Uniport 3030, fotos abaixo, equipado com sistemas de pulverização Vortex (Assistência de Ar) e Eletrostático (Energização das Gotas) durante avaliações em campo da qualidade das aplicações de agroquímicos e adjuvantes (Compo Expert - Sagra - Patrocínio MG - 2017).








As tendências para os próximos anos apontam que os grandes grupos que operam atualmente com pulverizadores classe II e classe III estarão adquirindo novos pulverizadores autorpropelidos das classes IV e V, com maiores capacidades de carga (acima de 3.000 litros), maiores comprimentos das barras de pulverização e equipados com tração 4X4 e transmissões hidrostáticas.




Pulverizador autopropelido Uniport 4530 durante a Feira Agropecuária Parecis SuperAgro 2016 em Campo Novo do Parecis, Estado do Mato Grosso.




Pulverizador autopropelido Uniport 2530 durante a Feira Agropecuária Parecis SuperAgro 2016 em Campo Novo do Parecis, Estado do Mato Grosso.


Estima-se que cerca de 20.000 pulverizadores autopropelidos estão atualmente em operação no Brasil. Atualmente são comercializados ao ano no Brasil cerca de 2.500 pulverizadores autopropelidos. Estimasse que desse total entre 20% a 30% sejam equipados com reservatórios de calda com capacidade acima de 3.000 litros, sendo a maior parte dos pulverizadores autopropelidos ainda equipados com reservatórios com capacidade entre 2.000 a 2.500 litros.



O pulverizador autopropelido John Deere JD4730 durante avaliações técnicas na Fazenda Futura (Sementes São Francisco, Nova Ubiratã, Mato Grosso - 2013).



O pulverizador autopropelido Jacto Uniport 2500 Star durante avaliações técnicas na Fazenda Novo Rumo (Naviraí - Mato Grosso do Sul - 2012).


Atualmente são comercializados ao ano no Brasil cerca de 30.000 pulverizadores tratorizados montados e de arrasto. Essa estimativa de mercado leva em conta informações de indústrias, revendas e fornecedores de peças e componentes específicos, utilizados nas fabricações desses equipamentos. 




Pulverizador tratorizado montado durante avaliações técnicas na Usina ETH Unidade Conquista do Pontal (Odebrecht Agroindustrial) em Teodoro Sampaio, Estado de São Paulo (2013).


Seguem abaixo estimativas de quantidades de equipamentos em operação atualmente no Brasil.


Pulverizadores autopropelidos: 20.000 unidades.

Capacidade de carga: 2.000 a 4.600 litros.
Barra de pulverização: 18 a 36 metros (espaçamento entre bicos 35 a 50 cm).



O pulverizador autopropelido Massey Ferguson MF9030 durante avaliações de aplicações em baixos volumes na região agrícola de Machado, Estado de Minas Gerais (2014).



O pulverizador autopropelido Valtra BS 3020 H durante avaliações técnicas na Companhia Agrícola Santa Amélia, Município de Maracaí, Estado de São Paulo (2013).



O pulverizador autopropelido Uniport 3000 Vortex Jacto durante avaliações de aplicações em baixos volumes na região agrícola de Mauá da Serra, Estado do Paraná (2012).


Pulverizadores tratorizados de arrasto: 500.000 unidades.
Capacidade de carga: 2.000 a 3.000 litros.
Barra de pulverização: 16 a 30 metros (espaçamento entre bicos 35 a 50 cm).



O pulverizador tratorizado de arrasto Cruzador 3000 Jacto durante avaliações de aplicações em baixos volumes na Destilaria Pyles, Município de Platina, Estado de São Paulo (2013).


Pulverizadores tratorizados montados (três pontos): 100.000 unidades.
Capacidade de carga: 400 a 800 litros.
Barra de pulverização: 14 a 18 metros (espaçamento entre bicos 35 a 50 cm).



O pulverizador tratorizado montado Falcon 1400 Jacto durante avaliações técnicas na Usina Coruripe, Unidade Iturama, em Iturama, Estado de Minas Gerais (2010).


Pulverizadores turbo-atomizadores: 100.000 unidades.
Capacidade de carga: 200 a 4.000 litros.
Arco de pulverização: 16 a 36 bicos.



O pulverizador turbo atomizador Natali 4000 durante avaliações de aplicações em baixos volumes na Pamiro Agropecuária, Município de Araraquara, Estado de São Paulo (2013).




O pulverizador turbo atomizador Natali 4000 durante avaliações de aplicações em baixos volumes na Fazenda São José, Município de Araras, Estado de São Paulo (2013).


Mercado de Pulverizadores Autopropelidos no Brasil


Atualmente no Brasil existem aproximadamente 20 empresas fabricando mais de 50 modelos de pulverizadores autopropelidos, equipados com diferentes capacidades de motores, capacidades de reservatórios de caldas, comprimentos de barras de pulverização, dentre outras especificações diferenciadas. Estima-se que o número de pulverizadores autopropelidos no Brasil cresça 100% para os próximos 10 anos.




Avaliação do Pulverizador Autopropelido John Deere 4730 em operação na Fazenda Dona Dozolina (Grupo Ceni) em Sinop, Estado do Mato Grosso (2012).



O pulverizador autopropelido Uniport 3030 Jacto durante avaliação de aplicações em baixos volumes na Fazenda Mandaguari, região agrícola de Uberlândia, Estado de Minas Gerais (2014).



O pulverizador autopropelido Uniport 3030 Jacto durante avaliações de aplicações em baixos volumes na Fazenda Mutuca, região agrícola de Arapoti, Estado do Paraná (2015).



Avaliação do pulverizador autopropelido Metalfor 2500 Multiple em operação na Fazenda Sapezal I, na região agrícola de Lucas do Rio Verde, Estado do Mato Grosso (2016).



O pulverizador autopropelido Massey Ferguson MF9030 durante avaliações de pulverizações em baixos volumes no Condomínio Sinergia Canavieira, Município de Barretos, Estado de São Paulo (2013).


Mercado de Pulverizadores na Argentina, Paraguai e Uruguai: 


Atualmente no Brasil, somente a cultura da soja ocupa uma área de 30 milhões de hectares. Na Argentina a cultura da soja ocupa uma área de 20 milhões de hectares e no Paraguai 5 milhões de hectares.




Avaliação do pulverizador autopropelido Uniport 2500 Star em operação na região agrícola de San Alberto, Paraguai (2016).


Através de trabalhos em campo, desenvolvendo novas técnicas e tecnologias de pulverização para produtores em todo o Brasil e no Paraguai, foi possível observar uma tendência dos médios produtores (área de plantio entre 300 a 500 hectares) de “trocarem” seus pulverizadores tratorizados (2.000 – 3.000 litros) por pulverizadores autopropelidos (2.000 – 3.000 litros). 


Há 10 anos atrás, esses mesmos produtores somente demonstravam interesse na aquisição dos pulverizadores autopropelidos à partir de uma área cultivada de 1.000 hectares.


Seguem abaixo, alguns dos fatores que influenciam na escolha dos produtores do Brasil, Argentina e Paraguai pelos equipamentos de pulverização:

 1º) Qualidade da pulverização

 2º) Confiança na empresa fabricante
 3º) Rendimento da pulverização
 4º) Preço da aplicação

Levando-se em consideração que existem ainda no Brasil aproximadamente 300 milhões de hectares de novas áreas agricultáveis a serem exploradas, pode-se concluir que o mercado brasileiro ainda está e, estará por muitos anos, totalmente aberto para todos os tipos de equipamentos que existem para a aplicação dos defensivos agrícolas.



Avaliação do pulverizador autopelido John Deere JD4630 na região agrícola de Sertanópolis, Estado do Paraná (2012).


Aumento da capacidade de carga dos pulverizadores autopropelidos: Uma nova tendência do mercado.

Nas operações das aplicações de herbicidas, inseticidas e fungicidas, dentre as maiores necessidades dos grandes grupos agrícolas, o aumento do rendimento operacional dos pulverizadores merece especial destaque.

Grandes produtores do cerrado estão trocando seus pulverizadores autopropelidos com barras de 24 metros por equipamentos com barras maiores, com tamanhos entre 28 metros e 30 metros.



O pulverizador autopropelido John Deere 4730 durante avaliações de pulverizações em baixos volumes na Fazenda Uirapuru, Grupo Moacir Smaniotto (GMS), Município de Nova Mutum, Estado do Mato Grosso.


Os grandes produtores que já estão trabalhando com pulverizadores autopropelidos equipados com barras de 30 metros calculam um ganho na produtividade na colheita da cultura da soja entre 12% a 15%, somente em função da diminuição das perdas pelo amassamento.


Observação: Matéria atualizada em 09/2017.


Copyright © 2005-2017 Manoel Ibrain Lobo Jr. Todos os direitos reservados.

Todos os direitos autorais sobre as marcas, obras ou criações de qualquer natureza disponibilizadas neste site, pertencem ao Engenheiro Agrônomo Manoel Ibrain Lobo Jr, idealizador dos sites www.pulverizador.com.br, www.scribd.com/pulverizador e www.pulverizador.blogspot.com ou a terceiros que autorizaram o uso de sua propriedade intelectual. Sendo assim, é terminantemente vedada a distribuição, representação, publicação, uso comercial e/ou utilização de tais materiais, no todo ou em parte, sem a prévia e expressa autorização do Engenheiro Agrônomo Manoel Ibrain Lobo Junior. A violação destes direitos é crime, e seu infrator está sujeito às penalidades legais previstas nas Leis 9.610/98 e 9.279/96 e no art. 184 do Código Penal Brasileiro, bem como ao pagamento de indenização pelos prejuízos causados.

02 julho 2017

Treinamento em Tecnologia de Aplicação Compo Expert & Sagra Insumos Agrícolas (Guimarães Agropecuária, Patrocínio, Minas Gerais).


Treinamentos em Tecnologia de Aplicação de Agroquímicos e Adjuvantes.

Compo Expert & Sagra Insumos Agrícolas.

Guimarães Agropecuária - Patrocínio, Estado de Minas Gerais.

Engº Agrº Manoel Ibrain Lobo Junior
Consultor em Tecnologia de Aplicação
Auditor GlobalGAP IFA (Boas Práticas Agrícolas)
lobo@pulverizador.com.br


Os trabalhos teóricos e práticos objetivaram a capacitação dos profissionais das conceituadas empresas Compo, Sagra e Guimarães Agropecuária para a correta Seleção de Pontas de Pulverização¹, Posicionamento de Adjuvante de Calda nas Pulverizações² e Princípios Básicos das Boas Práticas nas Aplicações de Agroquímicos³.







Agradecimentos aos competentes profissionais da conceituada empresa Compo Expert, Sr. Marcelo Marson, Sr. Júlio Canhete, Carla Valdez, Fernanda Cabral Pontes Santaniel e Katya Kowalsetskyj. 

Agradecimentos especiais aos profissionais da conceituada empresa Sagra Insumos Agrícolas de Patrocínio (MG), Coordenador David, Renato, Rogério, Éder e Daniel, por toda a grande colaboração durante os trabalhos realizados nessa importante região agrícola do Estado de Minas Gerais.

Agradecimentos ao produtor Ricardo Guimarães e toda a sua competente equipe, pela grande gentileza em disponibilizar o excelente equipamento Jacto Uniport 3030 Vortex Eletrostático para os trabalhos de tecnologia de aplicação com os eficientes produtos Compo Basfoliar H-PLUS e F-PLUS.



Copyright © 2005-2017 Manoel Ibrain Lobo Jr. Todos os direitos reservados.

Todos os direitos autorais sobre as marcas, obras ou criações de qualquer natureza disponibilizadas neste site, pertencem ao Engenheiro Agrônomo Manoel Ibrain Lobo Jr, idealizador dos sites www.pulverizador.com.br, www.scribd.com/pulverizador e www.pulverizador.blogspot.com ou a terceiros que autorizaram o uso de sua propriedade intelectual. Sendo assim, é terminantemente vedada a distribuição, representação, publicação, uso comercial e/ou utilização de tais materiais, no todo ou em parte, sem a prévia e expressa autorização do Engenheiro Agrônomo Manoel Ibrain Lobo Junior. A violação destes direitos é crime, e seu infrator está sujeito às penalidades legais previstas nas Leis 9.610/98 e 9.279/96 e no art. 184 do Código Penal Brasileiro, bem como ao pagamento de indenização pelos prejuízos causados.

10 junho 2017

Avaliação do Efeito de Redução da Deriva do Eficiente Adjuvante Basfoliar F-PLUS (pH 5 e 6) Fórmula 2017 da Compo Expert.


Avaliação do Efeito de Redução da Deriva do Eficiente Adjuvante Basfoliar F-PLUS (pH 5 e 6) Fórmula 2017 da Compo Expert.


Engº Agrº Manoel Ibrain Lobo Junior
Consultor em Tecnologia de Aplicação
Auditor GlobalGAP IFA (Boas Práticas Agrícolas)


Avaliação do efeito de redução da deriva do eficiente adjuvante Basfoliar F-PLUS, desenvolvido pela conceituada empresa Compo Expert.

A formulação avaliada do adjuvante Basfoliar F-PLUS, produzida em 2017, após intensa agitação, foi adicionada à calda da pulverização na bancada de testes, na dose de 50 ml para 100 litros de água.

Após 7 a 10 segundos do início da filmagem, vídeo abaixo, o produto Basfoliar F-PLUS foi adicionado no sistema de pulverização. É possível visualizar o início do condicionamento completo da calda, possibilitando o excelente controle da deriva, após o tempo decorrido de 52 segundos.




Através da análise visual da foto abaixo é possível constatar que a pulverização em base aquosa (somente água como veículo), produz gotas finas e muito finas em suspensão (Ø 80-120 µm) muito suscetíveis às perdas por deriva e evaporação e um jato de pulverização de cone vazio com ângulo muito fechado (60-70 Graus), sem definição no perfil.




Na foto abaixo, o adjuvante Basfoliar F-PLUS na dose adicionada de 50 ml do produto para 100 litros de água apresentou um excelente efeito na redução da deriva nas pulverizações e uma maior homogeneização dos tamanhos de gotas, possibilitando um maior ângulo de abertura do jato de pulverização (acima de 90 Graus).




O excelente adjuvante Basfoliar F-PLUS é recomendado para as aplicações de inseticidas e fungicidas ou para aplicações de agroquímicos que necessitem especificamente de caldas em pH 5 e 6. 

Agradecimentos especiais aos competentes profissionais Marcelo Marson e Fernanda Cabral, pela grande colaboração durante as avaliações de redução de deriva dos adjuvantes Basfoliar H-PLUS e F-PLUS.



Copyright © 2005-2017 Manoel Ibrain Lobo Jr. Todos os direitos reservados.

Todos os direitos autorais sobre as marcas, obras ou criações de qualquer natureza disponibilizadas neste site, pertencem ao Engenheiro Agrônomo Manoel Ibrain Lobo Jr, idealizador dos sites www.pulverizador.com.br, www.scribd.com/pulverizador e www.pulverizador.blogspot.com ou a terceiros que autorizaram o uso de sua propriedade intelectual. Sendo assim, é terminantemente vedada a distribuição, representação, publicação, uso comercial e/ou utilização de tais materiais, no todo ou em parte, sem a prévia e expressa autorização do Engenheiro Agrônomo Manoel Ibrain Lobo Junior. A violação destes direitos é crime, e seu infrator está sujeito às penalidades legais previstas nas Leis 9.610/98 e 9.279/96 e no art. 184 do Código Penal Brasileiro, bem como ao pagamento de indenização pelos prejuízos causados.

04 junho 2017

Avaliação do Efeito de Redução da Deriva do Eficiente Adjuvante Basfoliar H-PLUS (pH 3 e 4) Fórmula 2017 da Compo Expert.


Avaliação do Efeito de Redução da Deriva do Eficiente Adjuvante Basfoliar H-PLUS (pH 3 e 4) Fórmula 2017 da Compo Expert.


Engº Agrº Manoel Ibrain Lobo Junior
Consultor em Tecnologia de Aplicação
Auditor GlobalGAP IFA (Boas Práticas Agrícolas)


Avaliação do efeito de redução da deriva do eficiente adjuvante Basfoliar H-PLUS, desenvolvido pela conceituada empresa Compo Expert.

A formulação avaliada do adjuvante Basfoliar H-PLUS, produzida em 2017, após intensa agitação, foi adicionada à calda da pulverização na bancada de testes, na dose de 50 ml para 100 litros de água.

Após 7 a 10 segundos do início da filmagem, vídeo abaixo, o produto Basfoliar H-PLUS foi adicionado no sistema de pulverização. É possível visualizar o início do condicionamento completo da calda, possibilitando o excelente controle da deriva, após o tempo decorrido de 53 segundos.




Através da análise visual da foto abaixo é possível constatar que a pulverização em base aquosa (somente água como veículo), produz gotas finas e muito finas em suspensão (Ø 80-120 µm) muito suscetíveis às perdas por deriva e evaporação e um jato de pulverização de cone vazio com ângulo muito fechado (60-70 Graus), sem definição no perfil.




Na foto abaixo, o adjuvante Basfoliar H-PLUS na dose adicionada de 50 ml do produto para 100 litros de água apresentou um excelente efeito na redução da deriva nas pulverizações e uma maior homogeneização dos tamanhos de gotas, possibilitando um maior ângulo de abertura do jato de pulverização (acima de 90 Graus).




O excelente adjuvante Basfoliar H-PLUS é recomendado para as aplicações de herbicidas ou para aplicações de agroquímicos que necessitem especificamente de caldas em pH 3 e 4. 

Agradecimentos especiais aos competentes profissionais Marcelo Marson e Fernanda Cabral, pela grande colaboração durante as avaliações de redução de deriva dos adjuvantes Basfoliar H-PLUS e F-PLUS.



Copyright © 2005-2017 Manoel Ibrain Lobo Jr. Todos os direitos reservados.

Todos os direitos autorais sobre as marcas, obras ou criações de qualquer natureza disponibilizadas neste site, pertencem ao Engenheiro Agrônomo Manoel Ibrain Lobo Jr, idealizador dos sites www.pulverizador.com.br, www.scribd.com/pulverizador e www.pulverizador.blogspot.com ou a terceiros que autorizaram o uso de sua propriedade intelectual. Sendo assim, é terminantemente vedada a distribuição, representação, publicação, uso comercial e/ou utilização de tais materiais, no todo ou em parte, sem a prévia e expressa autorização do Engenheiro Agrônomo Manoel Ibrain Lobo Junior. A violação destes direitos é crime, e seu infrator está sujeito às penalidades legais previstas nas Leis 9.610/98 e 9.279/96 e no art. 184 do Código Penal Brasileiro, bem como ao pagamento de indenização pelos prejuízos causados.

26 fevereiro 2017

Avaliação do Desempenho do Adjuvante SERVALESA ADIMEL no Controle da Deriva.


Avaliação do Desempenho do Adjuvante SERVALESA ADIMEL no Controle da Deriva.

O objetivo desse trabalho foi classificar as características funcionais e técnicas do produto ADIMEL e o seu desempenho como adjuvante de calda nas pulverizações, através da análise visual dos efeitos desejáveis desse produto pelo mercado agrícola no Brasil.





Agradecimentos ao competente profissional Sr. Fernando Sartor (Gestor BR/PY Servalesa) e toda a equipe da conceituada empresa Servalesa - Espanha.



Engº Agrº Manoel Ibrain Lobo Junior .'.
Consultor em Tecnologia de Aplicação
Auditor GlobalGAP IFA
lobo@pulverizador.com.br 
Skype: manoel.lobo

https://www.instagram.com/manoel.lobo
https://www.linkedin.com/in/pulverizador


Copyright © 2005-2017 Manoel Ibrain Lobo Jr. Todos os direitos reservados.

Todos os direitos autorais sobre as marcas, obras ou criações de qualquer natureza disponibilizadas neste site, pertencem ao Engenheiro Agrônomo Manoel Ibrain Lobo Jr, idealizador dos sites www.pulverizador.com.br, www.scribd.com/pulverizador e www.pulverizador.blogspot.com ou a terceiros que autorizaram o uso de sua propriedade intelectual. Sendo assim, é terminantemente vedada a distribuição, representação, publicação, uso comercial e/ou utilização de tais materiais, no todo ou em parte, sem a prévia e expressa autorização do Engenheiro Agrônomo Manoel Ibrain Lobo Junior. A violação destes direitos é crime, e seu infrator está sujeito às penalidades legais previstas nas Leis 9.610/98 e 9.279/96 e no art. 184 do Código Penal Brasileiro, bem como ao pagamento de indenização pelos prejuízos causados.

17 fevereiro 2017

Avaliação do Desempenho do Adjuvante SERVALESA ADIMEL CE/STAR no Controle da Deriva.


Avaliação do Desempenho do Adjuvante SERVALESA ADIMEL CE/STAR no Controle da Deriva.

O objetivo desse trabalho foi classificar as características funcionais e técnicas do produto ADIMEL CE/STAR e o seu desempenho como adjuvante de calda nas pulverizações, através da análise visual dos efeitos desejáveis desse produto pelo mercado agrícola no Brasil. 





Agradecimentos ao competente profissional Sr. Fernando Sartor (Gestor BR/PY Servalesa) e toda a equipe da conceituada empresa Servalesa - Espanha.



Engº Agrº Manoel Ibrain Lobo Junior .'.
Consultor em Tecnologia de Aplicação
Auditor GlobalGAP IFA
lobo@pulverizador.com.br 
Skype: manoel.lobo

https://www.instagram.com/manoel.lobo
https://www.linkedin.com/in/pulverizador


Copyright © 2005-2017 Manoel Ibrain Lobo Jr. Todos os direitos reservados.

Todos os direitos autorais sobre as marcas, obras ou criações de qualquer natureza disponibilizadas neste site, pertencem ao Engenheiro Agrônomo Manoel Ibrain Lobo Jr, idealizador dos sites www.pulverizador.com.br, www.scribd.com/pulverizador e www.pulverizador.blogspot.com ou a terceiros que autorizaram o uso de sua propriedade intelectual. Sendo assim, é terminantemente vedada a distribuição, representação, publicação, uso comercial e/ou utilização de tais materiais, no todo ou em parte, sem a prévia e expressa autorização do Engenheiro Agrônomo Manoel Ibrain Lobo Junior. A violação destes direitos é crime, e seu infrator está sujeito às penalidades legais previstas nas Leis 9.610/98 e 9.279/96 e no art. 184 do Código Penal Brasileiro, bem como ao pagamento de indenização pelos prejuízos causados.

01 fevereiro 2017

TECNOLOGIA DE APLICAÇÃO SPRAYTEC PARAGUAI & AGRÍCOLA ALIANZA S.A. (NARANJAL - ALTO PARANÁ - PARAGUAI).


TECNOLOGIA DE APLICAÇÃO DE ADJUVANTES DE CALDA NAS PULVERIZAÇÕES

SPRAYTEC PARAGUAI & AGRÍCOLA ALIANZA S.A.

NARANJAL - ALTO PARANÁ - PARAGUAI


Engº Agrº Manoel Ibrain Lobo Junior .'.
Consultor em Tecnologia de Aplicação
Auditor GlobalGAP IFA
lobo@pulverizador.com.br

http://www.linkedin.com/in/pulverizador


Treinamentos em tecnologia de aplicação de adjuvantes realizados na Agropecuária Stein, propriedade do Sr. Márcio Roberto Stein, Naranjal, Alto Paraná. 

Desenvolvimento de novas técnicas e tecnologias para as aplicações de adjuvantes em baixos volumes em condições meteorológicas adversas. 




Agradecimentos aos competentes profissionais da conceituada empresa Spraytec Paraguai, Sr. Alexandro Montanhani, Sr. Alexandro Petter e Sr. Wagner Wexel, por toda a confiança e grande colaboração durante os trabalhos teóricos e práticos de pulverização desenvolvidos nessa importante região agrícola de Naranjal (Alto Paraná - Paraguai).  

#Spraytec #TecnologiadeAplicaçao #FULLTEC #Adjuvantes #BoasPraticas


Copyright © 2005-2017 Manoel Ibrain Lobo Jr. Todos os direitos reservados.


Todos os direitos autorais sobre as marcas, obras ou criações de qualquer natureza disponibilizadas neste site, pertencem ao Engenheiro Agrônomo Manoel Ibrain Lobo Jr, idealizador dos sites www.pulverizador.com.br, www.scribd.com/pulverizador e www.pulverizador.blogspot.com ou a terceiros que autorizaram o uso de sua propriedade intelectual. Sendo assim, é terminantemente vedada a distribuição, representação, publicação, uso comercial e/ou utilização de tais materiais, no todo ou em parte, sem a prévia e expressa autorização do Engenheiro Agrônomo Manoel Ibrain Lobo Junior. A violação destes direitos é crime, e seu infrator está sujeito às penalidades legais previstas nas Leis 9.610/98 e 9.279/96 e no art. 184 do Código Penal Brasileiro, bem como ao pagamento de indenização pelos prejuízos causados.

23 dezembro 2016

2º SEMANA DO CONHECIMENTO COCAMAR: Spraytec & Cocamar 2016.


2º SEMANA DO CONHECIMENTO COCAMAR

Parceria Técnica Spraytec & Cocamar


A Spraytec em parceria com a Cooperativa Cocamar, promoveu nos dias 06, 07 e 08 de dezembro a 2º SEMANA DO CONHECIMENTO COCAMAR sobre Tecnologia de Aplicação, abordando assuntos relacionados a boas práticas nas pulverizações de agroquímicos e adjuvantes tanto na teoria como na prática.




A abertura do evento contou com a presença do Diretor Presidente da Spraytec, Sr. Diego Parodi, que concedeu algumas palavras aos presentes, já o treinamento foi ministrado pelos pesquisadores Manoel Lobo aprofundando toda parte teórica e prática em Tecnologia de aplicação e o Dr. Júlio Fagliari, que por sua vez, apresentou o portfólio de produtos da Spraytec e todas as vantagens da utilização deles. 






O evento foi dividido em 3 dias, sendo os dias 06 e 07 direcionados às equipes técnicas da Cooperativa Cocamar e no dia 08 para cooperados e produtores da Cocamar de Cambé e Congonhinhas. 












Fonte: https://www.facebook.com/spraytecfertilizantes


#Spraytec #TecnologiadeAplicaçao #OperaçãoFULLTEC #Parceria



Copyright © 2005-2016 Manoel Ibrain Lobo Jr. Todos os direitos reservados.


Todos os direitos autorais sobre as marcas, obras ou criações de qualquer natureza disponibilizadas neste site, pertencem ao Engenheiro Agrônomo Manoel Ibrain Lobo Jr, idealizador dos sites www.pulverizador.com.br, www.scribd.com/pulverizador e www.pulverizador.blogspot.com ou a terceiros que autorizaram o uso de sua propriedade intelectual. Sendo assim, é terminantemente vedada a distribuição, representação, publicação, uso comercial e/ou utilização de tais materiais, no todo ou em parte, sem a prévia e expressa autorização do Engenheiro Agrônomo Manoel Ibrain Lobo Junior. A violação destes direitos é crime, e seu infrator está sujeito às penalidades legais previstas nas Leis 9.610/98 e 9.279/96 e no art. 184 do Código Penal Brasileiro, bem como ao pagamento de indenização pelos prejuízos causados.