08 janeiro 2019

Qualidade sanitária de sementes de soja em função de aplicações a campo com fungicida e fertilizante foliar.


Qualidade sanitária de sementes de soja em função de aplicações a campo com fungicida e fertilizante foliar



https://maissoja.com.br/qualidade-sanitaria-de-sementes-de-soja-em-funcao-de-aplicacoes-a-campo-com-fungicida-e-fertilizante-foliar

O objetivo do trabalho foi avaliar a qualidade sanitária de sementes de soja em função da aplicação de fungicida e associações com fertilizante foliar à base de fosfitos, micronutrientes, aminoácidos e aditivos especiais.

Autores:   W. ZANINI 1; A. MATUCZAK 1; T. D. C. SIEGA 2; N. L. DALACOSTA 2; J. C. POSSENTI 3; S. M. MAZARO 3.

Resumo

O manejo de doenças, com o uso de fungicidas durante o ciclo de cultivo, propicia além da redução de doenças, incremento de produtividades e sementes maior qualidade. O objetivo do trabalho foi avaliar a qualidade sanitária de sementes de soja em função da aplicação de fungicida (Picoxistrobina (60 g.ha-1) + Ciproconazol (16 g.ha-1) e associações com fertilizante foliar à base de fosfitos, micronutrientes, aminoácidos e aditivos especiais (Ultrazeb Premium® 0.3 L.ha-1).

Foram realizadas três aplicações de forma isolada e associada, com início na fase fenológica R1 e com 15 e 30 dias após a primeira aplicação. As concentrações dos produtos seguiram as recomendações dos fabricantes para a cultura da soja. O experimento foi realizado em lavoura comercial, com a cultivar NA 5909 RG, no delineamento blocos ao acaso, com parcelas de 12m2, em 4 repetições.

Após a colheita, as sementes foram transportadas para o Laboratório de Sementes da UTFPR – Dois Vizinhos, e então separadas em lotes com 200 sementes, divididas em oito repetições com 25 sementes cada. As sementes foram distribuídas equidistantes em caixa Gerbox, sob duas folhas de papel filtro e umedecida com água destilada. Após foram armazenadas por sete dias em câmara de germinação do tipo BOD, com temperatura de 25ºC e fotoperíodo de 12 horas. Posteriormente, as sementes foram avaliadas com auxilio de estereomicroscópio (lupa), onde se identificou a incidência de fungos presentes, através das características estruturais e reprodutivas dos mesmos.

O uso do fungicida em associação com o fertilizante foliar reduziu a incidência de fungos nas sementes. Os principais gêneros observados foram Cercospora e Fusarium e com menor incidência Phomopsis, Aspergillus, Penicillium.

Palavras chaves: Fosfitos; Incidência de patógenos; Sanidade de sementes.

Informações dos autores:

1 Acadêmicos de Agronomia, Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Dois Vizinhos;
2 Pós-graduandos em agronomia, Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Pato Branco;
3 Professor COAGR, Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Dois Vizinhos, Paraná.

Disponível em: Anais do 50º Congresso Brasileiro de Fitopatologia, Uberlândia – MG, Brasil.




Engº Agrº Manoel Ibrain Lobo Jr
Tecnologia de Aplicação de Agroquímicos
Auditor GlobalGAP IFA
lobo@pulverizador.com.br


Copyright © 2005-2019 Manoel Ibrain Lobo Jr Todos os direitos reservados.


Todos os direitos autorais sobre as marcas, obras ou criações de qualquer natureza disponibilizadas neste site, pertencem ao Engenheiro Agrônomo Manoel Ibrain Lobo Jr, idealizador dos sites www.pulverizador.com.br, www.scribd.com/pulverizador e www.pulverizador.blogspot.com ou a terceiros que autorizaram o uso de sua propriedade intelectual. Sendo assim, é terminantemente vedada a distribuição, representação, publicação, uso comercial e/ou utilização de tais materiais, no todo ou em parte, sem a prévia e expressa autorização do Engenheiro Agrônomo Manoel Ibrain Lobo Junior. A violação destes direitos é crime, e seu infrator está sujeito às penalidades legais previstas nas Leis 9.610/98 e 9.279/96 e no art. 184 do Código Penal Brasileiro, bem como ao pagamento de indenização pelos prejuízos causados.